Números sobre o crescimento da Educação a Distância no Brasil

crescimentoead

De acordo com a pesquisa realizado no território brasileiro, entre os anos de 2014 e 2015 houve um aumento de 30% no número de alunos na modalidade EAD, que registrou 5 milhões de alunos.

A educação a distância vem crescendo de forma acelerada no último ano, proporcionando a alunos de todos os estados brasileiros o tão sonhado acesso ao curso superior. De acordo com o Censo EAD.BR, publicado em setembro pela Associação Brasileira de Educação a Distância (Abed), em 2015 foram registrados 5 milhões de alunos, o que representa 1,1 milhão a mais de estudantes que em 2014. Os números relacionados a tutores e professores dedicados a modalidade EAD também aumentou, passando de 28,7 mil profissionais, em 2014, para 48,1 mil educadores, em 2015.

Além dos vários atrativos que modalidade apresenta, esta popularização também vem sendo motivada pelas próprias ações do Governo Federal, como o Programa Universidade para todos (ProUni), que inclui a modalidade EAD para as bolsas de estudo em instituições particulares. E a Universidade Aberta do Brasil (UAB), que além de funcionar pela modalidade EAD, é gratuita, oferecendo principalmente cursos de licenciatura e capacitação de professores.

Perfil do aluno

O Censo também registrou que as mulheres são maioria na educação a distância, representando 56% dos alunos no ano de 2015, contrariando o cenário da educação presencial, onde os homens são maioria com 53%. A faixa etária também diverge entre as duas modalidades, porque enquanto os cursos presenciais têm 63%, entre 21 e 30 anos, a educação a distância é mais abrangente, com 49% dos alunos entre 31 e 40 anos, e 42% entre 21 e 30 anos. E ainda, 70% dos alunos de instituições privadas precisam conciliar estudo e trabalho simultaneamente.

Clique aqui para conhecer os cursos de graduação da ESAB.

Clique aqui para conhecer os cursos de pós-graduação da ESAB.