Educação superior a distância crescerá ainda mais até 2020

eadnobrasil

EAD teve quase um milhão de novos alunos no ano passado, e o total de estudantes deve continuar a aumentar até 2020

Uma matéria recente publicada no jornal Estadão, neste mês de outubro, apresentou a projeção de especialistas sobre o futuro deste segmento e algumas avaliações sobre a situação da educação superior a distância no Brasil.

Apenas no ano de 2017, quase um milhão de pessoas ingressaram em um um curso superior a distância, no Brasil, que buscam maior flexibilidade de horários e local de estudo. E quando falamos sobre qualidade, esses cursos são tão bons, em alguns casos até melhores, do que os cursos presenciais. O que é corroborado também por testes de aprendizagem entre alunos das duas modalidades, a distância e presencial.

Os especialistas estimam que, em pouco anos, o número de alunos nos cursos presenciais será o mesmo dos cursos a distância. Hoje, de cada quatro estudantes, um faz sua graduação por meios virtuais. O Brasil tem menos de 20% dos seus jovens entre 18 e 24 anos matriculados no ensino superior, somando as modalidades presencial e a distância. Enquanto Argentina e Chile têm por volta de 30%. Os Estados Unidos, na mesma faixa etária, conta com mais de 60% da população cursando cursos superiores.

 

Fonte: Site jornal Estadão