Você sabe a diferença entre lato-sensu, stricto-sensu e MBA?

 latooustricto

Quando um profissional graduado decide que é o momento de se pós-graduar, surge uma dúvida muito comum: Qual nível de pós-graduação devo escolher, lato-sensu ou stricto-sensu?

Apesar de todas agregarem conhecimento e valorização do currículo, escolher errado pode representar uma grande perda em sua carreira, dependendo dos seus objetivos profissionais. Por isso, é importante entender a diferença e como cada um deles pode ser importante para a sua carreira.

Definição de pós-graduação:

No Brasil, os cursos superiores que tem como pré-requisito uma graduação, são considerados pós-graduação, sendo chamados de: especialização, MBA, mestrado ou doutorado.

Diferença entre lato-sensu e stricto-sensu

Os cursos de especialização estão no nível de lato-sensu, com carga horária de 360 horas, e tem como objetivo especializar o profissional em disciplinas relacionadas ao seu curso de graduação, cuja escolha vai depender dos planos para a carreira profissional.

Exemplo: Um profissional que é formado em Sistemas de informação pode optar por uma especialização em Redes de computadores, visando atender uma demanda de mercado por esses conhecimentos.

Já os cursos de mestrado e doutorado estão no nível de stricto-sensu, com carga horária de 1200 horas. São direcionados para o aspecto acadêmico das áreas profissionais, e indicados para quem planeja uma carreira como pesquisador ou professor universitário. Porém, vale ressaltar que, atualmente é possível lecionar em uma instituição de ensino superior com um curso de especialização.

Um graduado não precisa ter cursado um lato-sensu para iniciar um mestrado, mas para o doutorado, normalmente é exigido que se tenha cursado anteriormente um mestrado. Isso porque o doutorado é bem mais complexo, exigindo mais dedicação do aluno e aprofundamento no tema que será defendido na tese de conclusão do curso.

O MBA – Master Business Administration

Esta termo foi muito difundido nos EUA e no cenário internacional, e nos últimos 10 anos se tornou bem conhecido no Brasil, e procurado por profissionais da área de gestão.

A principal dúvida em relação ao MBA é se trata-se de um mestrado focado em administração e negócios, especialmente por causa da tradução: mestre em administração e negócios.

Nos EUA, por exemplo, O MBA confere ao formado o título de mestre em administração de empresas. O curso contém um amplo programa, voltado para a especialização em diversos setores, e voltado para profissionais com boa experiência nesta área. Ou seja, um recém-graduado não pode cursá-lo.

Já no Brasil o MBA funciona de forma diferente, pois apesar do “master” em seu nome, o curso está no nível de lato-sensu, voltado para disciplinas na área de gestão e negócios. A sua carga horária é de 360 horas.

Clique aqui e conheça os cursos de pós-graduação a distância da ESAB.